Capacitação e Aprendizagens Colaborativas

A wTeamUp preocupa-se essencialmente em explorar novas formas de ensino e aprendizagem, na linha emancipatória do pedagogo Paulo Freire, muito na perspetiva de hands-on com reflexão crítica baseando-se na premissa de que a aprendizagem é um ato social que evolui a partir do diálogo entre as partes envolvidas (Gerlach, 1994). Explora a inquietação como meio de estimulação da curiosidade do envolvido para que este procure a informação e conhecimento de que sente falta e assim esteja em continua evolução.

 

Esta abordagem pode ser usada tanto em contextos educativos como em contextos sociais, promovendo a articulação e melhoria do conhecimento, bem como para o empowerment dos envolvidos tirando vantagem da diversidade de conhecimentos existentes na sociedade e contribuindo para sociedades melhores e mais sustentáveis.

 

A ideia central não é debitar informação/conhecimento mas desafiar o indivíduo na procura de alternativas, motivando-o e mobilizando-o, na pesquisa ativa de soluções, aprendendo com o processo, explorando elementos recolhidos, confrontando e articulando conhecimento. Em suma, implica tornar o agente de aprendizagem num elemento ativo dessa mesma aprendizagem e num contribuinte ativo para a mesma.

Transformar o discente num indivíduo ativamente envolvido na formação e aprendizagem contribui para que este se aproprie do conhecimento e se torne um elemento – ele próprio – transformador da sociedade, contribuindo para uma sociedade mais responsável, ativa e conhecedora. Nesta linha são identificados 44 benefícios da aprendizagem colaborativa - soft skills, inquietação como desafio, inteligência emocional (www.gdrc.org/kmgmt/c-learn/44.html).

Qualquer dos fóruns de diálogo criados pela equipa ao operacionalizar as dinâmicas de grupo, quer para a componente educativa/formação, quer para projetos, constituem espaços de aprendizagem emancipatória únicos que promovem a capacitação e empowerment dos envolvidos. Ao fazê-lo, contribui-se para o desenvolvimento do pensamento crítico coletivo e consequentemente para a transformação social melhorando a mobilização e responsabilização dos agentes, gerando sociedades mais sustentáveis e resilientes no seu espaço multifacetado e multicultural.

 

Baseada nesta abordagem e numa vasta experiência em técnicas e metodologias de participação em diferentes contextos, a wTeamUp desenvolve processos colaborativos adequados a cada situação nos mais diversos formatos. Quanto à componente formativa, oferecem-se 100 horas de aprendizagens dinâmicas e colaborativas dirigidas a:

  • Conceitos-chave para implementação da participação ativa, envolvimento e mobilização;

  • Técnicas de facilitação, mediação/gestão e negociação de conflitos;

  • Comunicação ativa, consultoria participada e marketing.

Refletir sobre o que se faz é imprescindível nos processos colaborativos para melhorar as dinâmicas tornando-as mais eficazes, criativas e inovadoras. A wTeamUp promove também espaços privilegiados de partilha de ideias e práticas onde investigadores, profissionais e docentes, debatem metodologias/técnicas promotoras de inovação bem como a sua conceptualização, numa avaliação crítica fundamental para o avanço do conhecimento nesta área.

 

Gerlach, J. M. (1994). "Is this collaboration?" In Bosworth, K. and Hamilton, S. J. (Eds.), Collaborative Learning: Underlying Processes and Effective Techniques, New Directions for Teaching and Learning No. 59.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now